Sagrado Ubá

A Instituição

Nossa História

Padre Gailhac
Fundador do Instituto das Religiosas do Sagrado Coração de Maria

Antoine Pierre Jean Gailhac nasceu na França, na cidade de Béziers, em 13 de novembro de 1802, filho de uma numerosa família, inserido em um contexto histórico conturbado, notadamente no tocante às questões sócio políticas. Se a Revolução Francesa havia provocado um rearranjo de forças, não havia ainda produzido paz ou justiça social.

E assim educou-se Gailhac. Incentivado a traduzir a fé em gestos concretos, aprendeu desde cedo a ser solidário. Até que a juventude o encontrou cheio de entusiasmo diante da possibilidade de consagrar-se, através do sacerdócio, ao misericordioso serviço aos esquecidos pelo Estado.

Aos 24 anos sublinhou seu Projeto de Vida com a seguinte declaração: “Não serei um outro padre qualquer. Serei um padre bom e santo”. Foi ordenado. Tornou-se educador. A função de capelão do hospital militar de sua cidade foi moldando seu “Carisma”. As pobres mulheres prostituídas foram suas mestras! De seu sofrimento extraiu misericórdia, em suas dores encontrou forças para lutar.

Enfrentou o preconceito daqueles que não achavam decente um padre lidando com 'moças da má fama'. Mas encontrou também o apoio de tantos que viam em seus gestos uma forma legítima e bela de praticar o seguimento de Jesus Cristo. Assim nasceu sua primeira obra, o “Refúgio do Bom Pastor”.

Se as pobres moças haviam encontrado seu protetor, Padre Gailhac precisava de colaboradoras. Encontrou bem mais do que isso na pessoa de Appollonie Pelissier Cure, uma rica viúva. Nela encontrou disposição e coragem de dizer 'Sim', tal qual Maria de Nazaré. Nascia o Instituto das Religiosas do Sagrado Coração de Maria.

Profundamente identificado, não somente com os desafios e contingências de seu tempo, mas com as permanências e impermanências do próprio ser humano, Padre Gailhac soube encarnar a figura do filho, do pai, do irmão, do homem ao mesmo tempo forte e frágil, que duvida mas se põe a caminho e não se economiza. Assim, fazendo-se pequeno, tornou-se grande.

Os Colégios Sagrado Coração de Maria nasceram dos sonhos deste homem extraordinário, apaixonado pela juventude. E foram mantidos pela paixão de tantos outros educadores e educadoras, religiosas e colaboradores, que por sua vez alimentaram-se do Carisma de seu Pai Espiritual.

Padre Gailhac faleceu prestes a completar 88 anos, no dia 25 de janeiro de 1890, mas permanece vivo e cada vez mais atual como modelo de ética, bondade, empreendedorismo, generosidade, amor e fidelidade ao Projeto de Jesus Cristo.

Desafia-nos, agora, a darmos continuidade a esta história.

COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE MARIA - UBÁ / MG
Praça São Januário, 276 - Centro | Telefone/Fax: (32) 3531-5281